Problemas para conectar ? Limpe os cookies
No Google Chrome use Control+Shif+Del, selecione Cookies e outros dados.. e clique Limpar dados de navegação

---
Caso queira limpar apenas os cookies do xreonline no Chrome digite chrome://settings/cookies na barra de endereço, em pesquisar cookies digite xreonline e apague os resultados que aparecer.

Dry Lube

Forum destinado a assuntos sobre mecânica, peças, cabeçote, bomba de combustível, tabelas, problemas e dicas no geral
Avatar do usuário
Robson-PB
Profissional
Profissional
Mensagens: 694
Registrado em: 06 Jul 2014 19:48
Cidade: JOAO PESSOA
Moto: XRE 2016 Rally
Localização: Brasil

Re: Dry Lube

Mensagem por Robson-PB » 06 Nov 2017 23:24

Caio Granja escreveu:
06 Nov 2017 10:01
Problema é que pessoal estica a corrente com a moto vazia, ai com piloto em cima ela acaba ficando esticada em excesso.
A minha troquei o kit a cerca de 10k, original, poucas regulagens, praticamente nova.
To usando óleo 140, mas o principal é a limpeza. Esse fds mesmo teve. Tirei toda graxa com querosene, lavei a corrente, apliquei um pouco de wd40, retirei o excesso e por fim óleo 140. Processo cansa mas o resultado é satisfatório.
O que os mecânicos aqui (autorizada) alegam é que a corrente sem peso pode parecer que está esticada, mas quando colocar carga (piloto + carona) ela irá folgar. Eu não posso afirmar se eles esticam a corrente por má fé ou por ignorância.
Eu como leigo acredito que estando esticada, após começar a exigir da moto a corrente irá folgar e desgastar mais rápido.
Como disse antes. Nem discuto isto mais nas revisões. Saio com a moto e vou bem devagar para casa e faço meu próprio ajuste.
Eu também uso as vezes o óleo 140. E para limpar a corrente eu coloco a moto em um cavalete, ligo o motor e coloco a 2ª marcha com a roda levantada, e logo em seguida uso uma lavadora de alta pressão na corrente e no caminho dela. Quando estou com paciência coloco um pouco de óleo diesel e acelero. Dá trabalho e faz um pouco de sujeira, mas a corrente fica tão limpa que eu termino o serviço lavando ela com detergente para tirar o excesso de óleo diesel. Depois é só lubrificar com óleo 90 ou 140 e pronto. Cheguei até fazer um vídeo.
Seja como for, usando meu método caseiro já consegui passar dos 30.000 km. E estou andando com a corrente nova dentro do baú para o caso dela se partir de vez. Mas no momento da troca vou avaliar e ver se é possível seguir a dica do Nilson de trocar apenas a corrente. Não por economia (já comprei o conjunto novo original), mas para evitar desperdício
:D :) ;) :D
"O único medo que eu tenho de Moto é ter medo de andar de moto"

Avatar do usuário
nilsonfilho
Amador
Amador
Mensagens: 493
Registrado em: 28 Mar 2015 21:33
Cidade: Caucaia-Ce
Moto: honda xre 300 flex 2013 fosca

Re: Dry Lube

Mensagem por nilsonfilho » 08 Nov 2017 13:23

Robson-PB escreveu:
06 Nov 2017 23:24
Caio Granja escreveu:
06 Nov 2017 10:01
Problema é que pessoal estica a corrente com a moto vazia, ai com piloto em cima ela acaba ficando esticada em excesso.
A minha troquei o kit a cerca de 10k, original, poucas regulagens, praticamente nova.
To usando óleo 140, mas o principal é a limpeza. Esse fds mesmo teve. Tirei toda graxa com querosene, lavei a corrente, apliquei um pouco de wd40, retirei o excesso e por fim óleo 140. Processo cansa mas o resultado é satisfatório.
O que os mecânicos aqui (autorizada) alegam é que a corrente sem peso pode parecer que está esticada, mas quando colocar carga (piloto + carona) ela irá folgar. Eu não posso afirmar se eles esticam a corrente por má fé ou por ignorância.
Eu como leigo acredito que estando esticada, após começar a exigir da moto a corrente irá folgar e desgastar mais rápido.
Como disse antes. Nem discuto isto mais nas revisões. Saio com a moto e vou bem devagar para casa e faço meu próprio ajuste.
Eu também uso as vezes o óleo 140. E para limpar a corrente eu coloco a moto em um cavalete, ligo o motor e coloco a 2ª marcha com a roda levantada, e logo em seguida uso uma lavadora de alta pressão na corrente e no caminho dela. Quando estou com paciência coloco um pouco de óleo diesel e acelero. Dá trabalho e faz um pouco de sujeira, mas a corrente fica tão limpa que eu termino o serviço lavando ela com detergente para tirar o excesso de óleo diesel. Depois é só lubrificar com óleo 90 ou 140 e pronto. Cheguei até fazer um vídeo.
Seja como for, usando meu método caseiro já consegui passar dos 30.000 km. E estou andando com a corrente nova dentro do baú para o caso dela se partir de vez. Mas no momento da troca vou avaliar e ver se é possível seguir a dica do Nilson de trocar apenas a corrente. Não por economia (já comprei o conjunto novo original), mas para evitar desperdício
:D :) ;) :D
Blz Caio?!
Blz Robson?!

A folga da corrente serve apenas pra ela não "prender" com a movimentação da suspensão. Folga excessiva provoca trancos nas acelerações e esses trancos desgastam muito a transmissão. Por isso a folga tem que estar na medida certa.

No caso da xre, que tem longo curso, essa folga é maior que as demais motos. O manual manda suspender a moto por baixo do motor e fazer o ajuste de folga, deixando entre 20 e 30 mm. Só que na cc eles não fazem isso, nem a gente em casa tem essa condição.

De fato o ponto de maior tensão da suspensão sobre a corrente é quando a moto está em vazio e em pé. E a medida que a moto abaixa a corrente vai folgando. Porém não se pode esticar demais a corrente nessa posição pois quando a suspensão "sobe" a corrente pode prender também.

Imagem

Mas para todos os casos vai a seguinte dica; Ajuste a corrente do jeito que você quiser mas depois coloque a moto nesses 4 pontos e verifique a folga da corrente (com a roda da frente sempre reta, alinhada com a de trás).

1) moto apoiada no descanso lateral com a suspensão o mais esticada possível. (Foto)

2) moto em pé sem piloto

3) moto em pé com piloto

4) moto em pé com piloto e garupa

No ponto (2) a corrente deve ficar esticada mas não "apertada". Ela deve ter no mínimo 5mm e no máximo 15mm de folga nesse ponto. Já nos demais pontos ela deverá estar mais folgada.

Esse método de ajuste equivale ao indicado pelo manual. Como mexi na suspensão tive que fazer esse estudo de geometria (usei também a tornado de um amigo como cobaia)

Para quem colocou alongador, meu caso, considere o ponto (3) como o de maior tensão, pois o alongador muda a angulação da balança.

Por fim, eu não recomendo usar diesel em hipótese nenhuma, nem tampouco aplicar jato d'agua de alta pressão. Isso detona os rentetores da corrente! Robson, eu troquei a corrente com 45 mil km e ela não chegou no fim do ajuste. A limpeza que você realiza é muito boa, a prova é a coroa estar zero, mas se a corrente está tão esticada assim é porque essa limpeza está danificando os retentores.

Corrente 520 com retentor deve durar em média 30 mil km (se bem cuidada, claro) sem sair daquela marcação verde que tem na balança da xre.

Se os retentores estiverem danificados... vai ser igual uma corrente sem retentor. E corrente sem retentor estica pra caramba né?

Melhor limpar a corrente com uma escova de dente macia, estopa, óleo singer (ou desengripante que não ataque borracha) e paciência :lol:


Mas isso é apenas minha opinião



Vlw

Avatar do usuário
Robson-PB
Profissional
Profissional
Mensagens: 694
Registrado em: 06 Jul 2014 19:48
Cidade: JOAO PESSOA
Moto: XRE 2016 Rally
Localização: Brasil

Re: Dry Lube

Mensagem por Robson-PB » 08 Nov 2017 23:44

Você já chegou aos 45 mil km com a corrente, eu passei dos 30 mil km e já estou satisfeito acreditando que estou no caminho correto, mas o que tem a dizer dos que afirmam que a corrente só durou 10 mil km ou 20 mil km ? Qual foi o extremo do erro que cometeram ? :o :o
Obs. Não vejo o que a água possa prejudicar a corrente. Se assim fosse a moto não poderia andar na chuva. Detalhe, todos já devem ter observados que após um percurso prolongado na chuva a lubrificação da corrente some, neste caso fica evidenciado que a água serve para a limpeza. Quanto ao óleo diesel eu só uso durante a limpeza (também poderia usar querosene) retirando o óleo velho e com a ajuda da lava-jato àqueles pedaços de sujeira (óleo +terra) saem todo. logo em seguida retiro o excesso do diesel (com a lava-jato) e fica tão limpo que em seguida pode ser usado detergente de cozinha para finalizar a limpeza. Após secar, basta lubrificar com óleo 90 ou 140. E após a lubrificação saio com a moto imediatamente, pois é assim que o óleo realmente se espalha e penetra Não vejo o que isto prejudique a corrente. :?: :?: :?:
Também uso a escova apropriada para limpeza de corrente de moto.
https://produto.mercadolivre.com.br/MLB ... e-moto-_JM
Imagem
"O único medo que eu tenho de Moto é ter medo de andar de moto"

Avatar do usuário
nilsonfilho
Amador
Amador
Mensagens: 493
Registrado em: 28 Mar 2015 21:33
Cidade: Caucaia-Ce
Moto: honda xre 300 flex 2013 fosca

Re: Dry Lube

Mensagem por nilsonfilho » 09 Nov 2017 08:17

Robson-PB escreveu:
08 Nov 2017 23:44
Você já chegou aos 45 mil km com a corrente, eu passei dos 30 mil km e já estou satisfeito acreditando que estou no caminho correto, mas o que tem a dizer dos que afirmam que a corrente só durou 10 mil km ou 20 mil km ? Qual foi o extremo do erro que cometeram ? :o :o
Obs. Não vejo o que a água possa prejudicar a corrente. Se assim fosse a moto não poderia andar na chuva. Detalhe, todos já devem ter observados que após um percurso prolongado na chuva a lubrificação da corrente some, neste caso fica evidenciado que a água serve para a limpeza. Quanto ao óleo diesel eu só uso durante a limpeza (também poderia usar querosene) retirando o óleo velho e com a ajuda da lava-jato àqueles pedaços de sujeira (óleo +terra) saem todo. logo em seguida retiro o excesso do diesel (com a lava-jato) e fica tão limpo que em seguida pode ser usado detergente de cozinha para finalizar a limpeza. Após secar, basta lubrificar com óleo 90 ou 140. E após a lubrificação saio com a moto imediatamente, pois é assim que o óleo realmente se espalha e penetra Não vejo o que isto prejudique a corrente. :?: :?: :?:
Para ser mais didático e direto fiz esses dois vídeos, um complementa o outro. Estão bem caseiros kkkk

Primeira parte;
https://youtu.be/RFuoHI6lplE

Segunda parte;
https://youtu.be/aG7PuJwXcQM

Uma pequena correção; no fim do segundo vídeo eu dei uma gaguejada e pensei uma coisa e falei outra kkkk. O diesel ataca borracha e retentores, e os solventes fortes e produtos de limpeza usados nesses lava-jato da vida é que ressecam e correm o metal e os plásticos.

Ahh e sobre essa história de ligar o motor pra ter maior comodidade pra aplicar o lubrificante... Eu(e os técnicos de segurança) condeno veementemente! Conheço dois mecânicos que perderam a ponta do dedo assim! Basta pesquisar na internet e ver casos semelhantes (tanto em motos como em outras máquinas).


Bem, essa é minha experiência e opinião. E esses são os porquês que eu baseio o meu "acho".




Espero ter ajudado

Avatar do usuário
erictostes
Vagal dos teclados
Vagal dos teclados
Mensagens: 16473
Registrado em: 07 Mai 2011 18:43
Cidade: Formosa - Goiás
Moto: XRE 300 Vinho 10/11
Localização: Brasilia/DF - Formosa/GO
Contato:

Re: Dry Lube

Mensagem por erictostes » 09 Nov 2017 14:48

Jato dagua pode, nao se deve usar nos rolamentos pq tira a graxa. Dai como na corrente a intençao eh justamente lubrificar após a lavagem, tudo bem.

O recomendado pra se fazer em casa eh com a roda traseira suspensa. Pode usar o descanso lateral e apoiar um pedaço de madeira na pedaleira oposta pra tirar a roda do chão e entao fazer o ajuste da corrente.

Importantissimo ajustar ambos os lados corretamente pra que a roda/coroa fiquem alinhadas, pra nao danificar a corrente.

Quanto a lubrificar com a moto em funcionamento, sempre fiz.
Tem que ser mto asno ou desatento pra meter o dedo ali.

Ou se faz com um spray ou com uma "garrafinha" e soh vai o bico da garrafa. Se for com graxa(bisnaga), aplica c a moto desligada e depois de toda aplicada, liga a moto pra passar a escova na corrente e distribuir a graxa.
Abraços, Tostes.

Site de especificações de todos os modelos de motos existentes
http://www.motorcyclespecs.co.za

Live to Ride. Ride to Live.
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Leandro Gonçalves
Iniciante
Iniciante
Mensagens: 90
Registrado em: 18 Nov 2015 15:16
Cidade: Santa Rita do Sapucaí - MG
Moto: GS Sertão

Re: Dry Lube

Mensagem por Leandro Gonçalves » 09 Nov 2017 15:02

erictostes escreveu:
09 Nov 2017 14:48
Ou se faz com um spray ou com uma "garrafinha" e soh vai o bico da garrafa.
Um dica boa, ao invés da garrafinha, é usar o pincel e passar óleo na mãnha, com jeitinho, evitando o desperdício (coxa). Usei esse método durante os quase 3 anos com a XRE.
Agora para a Sertão tenho usado esse cabra aqui, ó:
Imagem
Paguei R$10,00 aqui em Santa hits. E foi só pelo preço tão-tão barato mesmo, porque do contrário continuaria eternamente com óleo, pincel e boa.
O verdadeiro veículo que conduzimos é um veículo chamado ‘nós mesmos’ - Robert M. Pirsig

Avatar do usuário
nilsonfilho
Amador
Amador
Mensagens: 493
Registrado em: 28 Mar 2015 21:33
Cidade: Caucaia-Ce
Moto: honda xre 300 flex 2013 fosca

Re: Dry Lube

Mensagem por nilsonfilho » 10 Nov 2017 01:14

Cada um faz do jeito que quiser! O importante é a gente colocar os resultados e experiências sobre a lubrificação do kit. Depois a gente compara. :D

Nada haver essa história de asno. Muito fácil dizer isso. Um acidente desse pode acontecer com qualquer um. Basta o cara vacilar e encostar a mão ali... Já era!

Asno pra mim é quem insiste em fazer desse jeito. Pô, basta suspender a roda (com o pedaço madeira) e ir girando ela com a mão mesmo. Simples! Sem frescura de sujar a mãozinha.



Vlw
Editado pela última vez por nilsonfilho em 10 Nov 2017 01:39, em um total de 1 vez.

Avatar do usuário
nilsonfilho
Amador
Amador
Mensagens: 493
Registrado em: 28 Mar 2015 21:33
Cidade: Caucaia-Ce
Moto: honda xre 300 flex 2013 fosca

Re: Dry Lube

Mensagem por nilsonfilho » 10 Nov 2017 01:37

Se não fui claro, falo de novo. O problema não é passar a água... O problema é usar jato de alta pressão!

Vide a página do manual do proprietário tratando sobre o assunto;
Imagem



.

Avatar do usuário
Robson-PB
Profissional
Profissional
Mensagens: 694
Registrado em: 06 Jul 2014 19:48
Cidade: JOAO PESSOA
Moto: XRE 2016 Rally
Localização: Brasil

Re: Dry Lube

Mensagem por Robson-PB » 11 Nov 2017 21:28

Fiz este vídeo em Set 2014. Vendi esta moto em 2016 com 22.700 km e a corrente original com mais de 50 % de vida útil.

https://youtu.be/kjjZCfZk9yI

:D :) ;) :D :D
"O único medo que eu tenho de Moto é ter medo de andar de moto"

rlcasarin
Fraldinha
Fraldinha
Mensagens: 17
Registrado em: 11 Jan 2017 14:57
Cidade: São Carlos
Moto: XRE 190

Re: Dry Lube

Mensagem por rlcasarin » 13 Nov 2017 12:02

Ola Erictostes.
Tenho usado o WD40 Specialist Dry Lube desde que comprei minha moto zero km.

http://wd40.com.br/wp-content/uploads/2 ... E-2017.pdf

Paguei aqui na minha cidade R$ 49,90 pela lata.

Responder